terça-feira, 31 de julho de 2012

Medioevo in Festa-Borgo di Fossanova-Priverno 2011


Especial Renato Russo (Jornal Nacional)



Estante Virtual - entrevista com o criador do site, André Garcia




Estante Virtual na Bienal do Livro (Jornal Nacional)

31 de julho - Feliz aniversário J. K. Rowling e Daniel Radcliffe

Essa postagem é para desejar feliz aniversário para J. K. Rowling e Daniel Radcliffe, a criadora e o ator que deu vida a uma das personagens mais marcantes dos últimos tempos: Harry Potter.


Fãs se reunem na Livraria Saraiva para falar sobre Harry Potter em seu aniversário em 2011

Terapeuta se aproveita do sofrimento para ganhar - André Lima


Estou postando outro email muito interessante que recebi do André Lima, terapeuta de EFT (Acupuntura emocional sem agulhas).


Certo dia recebi um email que dizia o seguinte:

"Entrei no seu site, li o seu manual (manual gratuito da EFT), mas fiquei muito decepcionada com tudo o que vi. A impressão que eu tive foi a de que encontrei mais uma pessoa querendo se aproveitar do sofrimento alheio para ganhar dinheiro. É o que mais existe nesse mundo capitalista! E você nem tem vergonha em dizer que é engenheiro mas que leu e assistiu a vídeos, achando-se apto a aplicar uma técnica que consiste em meditar sobre momentos que possivelmente foram traumáticos na vida da pessoa, e depois aplicar técnicas de "acupuntura" sem agulhas.

Você se apropriou de conhecimentos milenares que estão em qualquer livro de medicina oriental ou budismo e pretendeu ganhar dinheiro com isso? é, no mínimo esperto, pena que para o lado mal... É realmente muito lamentável!"

As crenças que carregamos nos fazem enxergar e julgar o mundo de uma determinada maneira. Observe as crenças que estão aparecem explicitas ou implicitas:

Quem cobra para fazer trabalhos emocionais está ganhando dinheiro com o sofrimento dos outros / Esses trabalhos tem que ser gratuitos / trabalhos "de ajuda" tem que ser gratuitos / o mundo é egoísta e capitalista ("capitalista" se torna sinônimo de algo ruim) etc...

E o interessante é que ela leu um texto gratuito, pegou o manual gratuito para se ajudar (e que realmente ajuda, desde que a pessoa faça é ensinado nele!) mas não viu isso como uma coisa boa. Suas crenças fizeram com que ela observasse a realidade de uma outra forma, chegando até a distorcê-la. Observe a frase:

"Você se apropriou de conhecimentos milenares que estão em qualquer livro de medicina oriental ou budismo e pretendeu ganhar dinheiro com isso".

Como se fosse realmente possível alguém se apossar e monopolizar um conhecimento gratuito e proibir outros de usar sem pagar. Através das nossas crenças, vemos aquilo que as emoções nos dizem, e não a realidade. E todos nós fazemos isso (eu me incluo nessa), em maior ou menor grau. Eu respondi ao email agradecendo a opinião sincera. É bom saber sobre essas crenças.

Todas as vezes que julgamos e criticamos, fazemos isso através do nosso filtro emocional que analisa o que acontece e diz se é errado ou certo, bom ou mau, bonito ou feio. E quando estamos sobre o efeito desse filtro, buscaremos várias pensamentos que nos provam que estamos certos.

Surge então uma sensação de "como eu estou certo" e como o outro está errado. O sentimento é desagradável, uma raiva, irritação, inquietação. Mas tem um efeito de fazer o ego se sentir temporariamente superior a outra pessoa que está "errada" na nossa concepção. E pensamos então como a outra pessoa é cega por não ver como vemos, ou que é aproveitadora e egoísta mesmo...

É por isso que julgamos e criticamos tanto. Isto nos faz sentir que somos melhores. Esse processo não ocorre de forma tão nítida e consciente. Quando vemos, já estamos julgando. Os pensamento surgem involuntariamente. Consigo perceber em mim diariamente, inúmeros pensamentos que criticam, julgam, acusam. Tudo acontece muito rápido. É a minha ilusão inconsciente em achar que preciso ser superior. E o caminho mais fácil que o ego encontra é o de diminuir outras pessoas para criar essa ilusão.
Mas depois que entendemos esse mecanismo, podemos ficar mais atentos aos pensamentos e não nos deixar enganar tanto pelas armadilhas do ego e sua necessidade de se sentir superior. A medida que observamos, o impulso de julgar vai diminuindo. Mas enquanto ainda houver ego, ele vai existir.

Outro dia comecei a pensar e tentei encontrar algum tipo de trabalho que não seja "de ajuda". Todos os serviços prestados servem para ajudar o ser humano de alguma forma: se alimentar, crescer intelectualmente, se vestir e ficar agasalhado e protegido, melhorar a autoestima, melhorar a saúde fisica e etc... Alguns trabalhos podem ser mais superfluos, mas tem vários outros que servem para suprir necessidades vitais humanos.

E para que tudo seja feito, e de forma bem feita, é preciso haver remuneração. Quando nós não pagamos e recebemos algo, alguém está pagando por nós: o governo, os voluntários, a sociedade, ou alguém da nossa família.

Uma vez atendi um terapeuta que tinha sérios problemas financeiros. Ele havia sido funcionário público, e quando se aposentou começou a trabalhar como terapeuta holístico. Tinha sérias dificuldades em cobrar. Muitas vezes nem conseguia. E quando conseguia, cobrava valores muito baixos. Para resumir, o resultado é que foi se desfazendo do patrimônio que construiu para manter seu trabalho de terapeuta, até que chegou em ponto que não tinha mais de onde tirar.

Durante a sessão de atendimento, descobrimos e limpamos várias crenças religiosas que estavam contribuindo para o problema. Mas surgiu uma lembrança intensa, que chamou bastante atenção. Ele lembrou de sua mãe dizendo algo como "os médicos ganham dinheiro com o sofrimento dos outros". Essa lembrança trouxe uma carga emocional e muito choro. Era a culpa inconsciente que carregava esse tempo todo. Ele percebeu nesse momento que ele se sentia um explorador por ser terapeuta e "precisar" do sofrimento dos outros para ganhar dinheiro, e por já ter ganho dessa forma.

Ao dissolver essa emoção, que filtrava e distorcia a realidade, seu pensamento mudou completamente e passou a ser o seguinte "eu ganho dinheiro ao ajudar as pessoas a se libertar do sofrimento". A mesma profissão, a mesma pessoa, mas uma mudança completa de percepção. No dia seguinte ele me mandou um email falando que já conseguiu cobrar um preço justo pela sessão de atendimento. Fiquei muito feliz em ouvir o retorno.

E para quem deseja uma experiência profunda presencialmente com a EFT, ministrarei cursos de EFT nas seguintes cidades:


Curso básico (final de semana):

Veja também o Minicurso no Rio:http://www.eftbr.com.br/curso-presencial.asp?i=64



Abraços,


Andre Lima - www.eftbr.com.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Ricordo dei tempi andati - Gianni Morandi e Massimo Ranieri (Sanremo 2011)

Out of sight (cartoon)

Achei tão fofinho esse desenho postado no Facebook que decidi colocá-lo aqui também. A mensagem reforça a fidelidade e a lealdade do melhor amigo do homem.



Feng Shui - equilibre as energias dentro do seu carro

Crie um ambiente agradável e inspirador no seu carro usando as técnicas do Feng Shui (pronuncia-se Fong Suei)

O carro, em grandes cidades, transforma-se em um ambiente em que passamos bastante tempo e geralmente em situações de estresse. Então porque não procurar um equilíbrio energético para sentirmos menos essa pressão, criando um ambiente positivo e tranquilo no veículo. Segundo o Feng Shui, cada parte do ambiente reflete um aspecto da nossa vida, como finanças, relacionamento, conhecimento ou carreira. Existem diferentes formas de aplicar essa arte e todas elas têm o mesmo objetivo: criar um ambiente positivo e tranquilo.

Em um veículo, muitos praticantes consideram a área da carreira - ou a fonte de energia - como sendo o motor. Seguem algumas dicas de especialistas:

O inimigo número 1 do Feng Shui é a bagunça - não importa onde você esteja. A principal ação para transformar a energia é se livrar da bagunça, seja em casa, no carro ou no escritório. Com o tempo, ela cria barreiras de energia, produzindo tensão e depressão. Bagunça são coisas das quais não gostamos, não usamos, coisas quebradas e que exigem nossa atenção. Mantenha seu carro livre dela.

Quando você tem uma conexão com alguma coisa, você cuida melhor dela. Dar um nome para o seu carro é um modo de encorajar e fortalecer essa relação. Usar decalques e personalizações também ajuda.

Use potencializadores de energia dentro do carro, coisas que promovam o bem-estar dos sentidos. Naturalmente, não se deve usar algo que distraia a atenção ao volante. Podem ser pequenos sinos, um óleo essencial calmante se você está estressado, um estimulante para despertar ou um antibacteriano para uma limpeza rápida.

As cores no Feng Shui são muito importantes. Escolha um carro de cor que equilibre a sua personalidade. Pessoas impetuosas, por exemplo, podem escolher uma cor do elemento água, como preto, para se acalmar (e talvez evitar multas). Pessoas tranquilas podem escolher cores do elemento fogo ou madeira, como vermelhos e verdes, para aumentar a disposição.

Usar símbolos também é importante no Feng Shui. Um pequeno objeto - como uma estátua, uma medalha ou uma imagem - pode servir como lembrete para dirigir com segurança, ser gentil ou reduzir o estresse. Nem precisa ser algo visível, apenas uma coisa que o motorista sabe que está lá, guardada no porta-luvas.

Bem, agora aproveite os ensinamentos dessa técnica milenar e viva melhor!


(texto extraído da revista Leve & Leia)


Argila: aliada da estética

Ótima aliada nos tratamentos estéticos, as máscaras de argilas possuem efeito calmante e são muito eficazes na diminuição da oleosidade, além de suavizar e amaciar a pele.

Existem vários tipos de argilas, são elas:

Argila amarela: rica em silício, alumínio e oligoelementos. Resulta em efeito tensor e ativador da circulação produzido pelo ferro, além do seu maior teor de potássio. Contribui para o equilíbrio iônico e hidratante do gel celular. Efeitos: desinfiltrante, adstringente e desintoxicante.

Argila branca: rica em silício e alumínio e diversos oligoelementos. Promove aumento na oxigenação de áreas congestionadas, a uniformização pela esfoliação suave e regula a queratinização. Efeito: revitalizador.

Argila cinza: rica em silício e alumínio e diversos oligoelementos. Efeitos: anti-inflamatório e cicatrizante.

Argila marrom: argila rara com elevado teor de silício, alumínio e titânio e outros oligoelementos. Resulta em efeito ativador da circulação, além de contribuir com um efeito equilibrador e revitalizador. Efeitos: desinfiltrante, adstringente e desintoxicante.

Argila preta: argila rara com elevador teor de silício, alumínio e titânio e outros oligoelementos. Resulta em efeito ativador da circulação, adstringente além de contribuir com a renovação celular. Efeitos: anti-inflamatório, cicatrizante, tensor e desintoxicante.

Argila verde: rica em silício e diversos oligoelementos. Desinfiltra o interstício celular, é esfoliante suave, promove a desintoxicação e regula a produção sebácea. Efeitos: desintoxicante e adstringente.

Argila vermelha: rica em silício, ferro e oligoelementos. regula a microcirculação cutânea, sendo recomendada para peles sensíveis, com couperose e avermelhadas. Efeitos: regulador e tensor.

No mercado você pode encontrá-las em duas formas: em pó ou em cremes. As argilas em pó podem ser encontradas em casas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação. Mas, se você gosta de praticidade e prefere os cremes à base de argila, eles são facilmente encontrados em lojas de cosméticos e farmácias.

Na hora de aplicar a máscara alguns cuidados básicos devem ser tomados. Vamos lá: lave muito bem o rosto com sabonete neutro; esfoleie o rosto para obter um melhor resultado; e evite passar perto da região dos olhos. Caso opte pela argila em pó, utilize sempre água mineral para fazer a mistura.


(texto publicado na revista Leve & Leia)











Leão Ariel (Programa da Eliana)




domingo, 29 de julho de 2012

Biography of River Phoenix













Stand by me (1986) documentary



Interview with Wil Wheaton (Gordie) - part 1

Interview with Wil Wheaton (Gordie) - part 2



Uma castanha por dia!

Cabe na palma da mão a arma que vai superproteger as unidades microscópicas do seu organismo. Em segundos, ao mastigar uma única castanha-do-pará, você recarregará os níveis de um mineral extremamente importante para uma vida longa e saudável: o Selênio. A pequena oleaginosa repõe a quantidade do nutriente necessária para dar combate ao envelhecimento celular, causado pela formação natural daquelas incansáveis moléculas que danificam as células, os radicais livres.

Um estudo da Universidade de otago, na Nova Zelândia, atesta que a ingestão diária de duas castanhas-do-pará recentemente rebatizadas castanhas-do-Brasil eleva em 65% o tor de selênio no sangue. As castanhas produzidas no Norte e no Nordeste do país são tão ricas em selênio que bastaria uma unidade para tirar o mesmo proveito. A recomendação é de que um adulto consuma, no mínimo, 55 microgramas por dia, atestam os nutricionistas. E com uma unidade da nossa castanha já é possível encontrar bem mais do que isso: 200 a 400 microgramas do bendito selênio.

E por que toda essa fama do selênio? Segundo especialista, o mineral é essencial para acionar enzimas que combatem os radicais livres. O selênio se liga a algumas proteínas já existentes em nosso corpo para formar essas enzimas antioxidantes. Na ausência dele, as tais enzimas ficam sem atividade e, então, deixam de combater os radicais, enfraquecendo as defesas do organismo.

O mineral da castanha também teria um papel especial na proteção do cérebro. É que, com essa capacidade de acabar com a farra dos radicais livres, as células nervosas seriam preservadas, evitando o surgimento de doenças neurodegenerativas com a idade. É justamente por isso, que já existem pesquisas sobre os possíveis benefícios do selênio em portadores do mal de Alzheimer.

A tireoide também funciona melhor na presença do selênio. Isso porque, se não houver esse elemento, ela não consegue produzir direito seus célebres hormônios. O mineral também está intimamente associado á capacidade de o organismo se livrar de substâncias tóxicas, ajudando-o inclusive a expulsar possíveis metais pesados que se alojam nas células.

Porém, nutricionistas advertem que o selênio deve ser apreciado com moderação ao recomendarem uma castanha por dia. Esse consumo ideal e comedido é que faz todas essas enzimas que dependem do nutriente trabalharem de forma adequada, pois em excesso, o selênio não vai potencializar sua ação de toxicidade que ocorre quando o consumo ultrapassa de 800 microgramas por dia. Isso não significa que abuar das deliciosas castanhas em um happy hour com amigos traga grandes ameaças. De vez em quando, dá até para superar a quantidade recomendada. O perigo é comer essas oleaginosas, além da conta, todo santo dia. Quem experimentar ataques sucessivos de gula poderá sentir dor de cabeça, ficar com as unhas fracas e ver seus cabelos caírem.

Não corre o mesmo risco quem comer, vez ou outra, algum prato que leve a castanha na receita até porque, seja doce ou salgado, dificilmente uma porção reunirá tantas unidades assim. E saiba: nem o fogão nem a geladeira conseguem detonar as reservas de selênio. No dia-a-dia, porém, nada melhor do que a praticidade de botar na mochila, no bolso ou na bolsa a sua estrela solitária.

É saúde na medida certa!


(texto extraído da revista Leve & Leia)


The Chinese Therapy Balls


Demonstration (Greg Irwin)


Tips for beginners


Choosing your baoding


Daruma-sam

Making a daruma

 
Pablo Kuntz and his site www.welovedaruma.com


The legend of maneki neko (Must love cats)







Vídeo turismo de Holambra





Acupuntura sem agulhas!

Acupuntura a laser vira tendência na área estética e traz resultados eficientes


Tradicional terapia da medicina chinesa, a acupuntura vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. A incorporação de inovações tecnológicas nesta técnica milenar tem papel fundamental na conquista de novos adeptos que, desencorajados pela aplicação de agulhas, encontraram na acupuntura a laser o empurrãozinho que faltava para aderirem ao método.


O uso do laser (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation) na acupuntura constitui um avanço poi, além de não utilizar agulhas, proporciona ao paciente um conforto total, devido ao fato de não provocar qualquer tipo de dor ou incômodos e por obter resultados eficazes no tratamento de várias doenças e também na área estética.


Batizado de Recover, o aparelho de baixa potência utiliza-se do laser gerado por diodos emissores de luz para ativar ou inibir pontos de acupuntura sistêmicos ou um micro sistemas como orelhas, mãos e rosto, sem danificar tecidos e sempre de acordo com os conceitos da medicina tradicional chinesa. Embora as aplicações da Laser Acupuntura sejam bastante diversificadas, a utilização desta terapia em tratamentos estéticos é cada vez maior nas clínicas especializadas na técnica, sendo indicada no combate a celulites, rugas, estrias, gordura localizada, olheiras, vitiligo, herpes labial, entre outras aplicações. Os profissionais que já adotaram a técnica garantem que em uma sessão com o laser pode-se conseguir diminuir 60% de uma mancha. No tratamento de estrias largas, a melhora é de 85%!

Por não provocar nenhum tipo de dor, o método agrada crianças e adultos que temem as hastes de metal.

Vantagens do laser sobre as agulhas na prática da acupuntura

Como a aplicação do laser nos pontos de acupuntura é completamente indolor, o paciente não acusa qualquer reação negativa durante ou após o tratamento.

Rapidez

O tempo de aplicação com laser é de 15 a 20 minutos para a maioria dos casos, já o tratamento com agulhas, o tempo varia de 30 minutos, na maioria dos casos, à uma hora ou mais, dependendo do caso.

É comum o paciente apresentar melhora após a primeira aplicação com o laser, principalmente nos casos de dores articulares, tendinite, osteoporose, problemas da coluna vertebral, depressão, problemas neurológicos, tabagismo, obesidade, entre outras.

De todos os aparelhos utilizados em técnicas de recuperação, o laser é o que apresenta o menor índice de contra indicações, pois ele somente não pode ser utilizado diretamente sobre os olhos e em pacientes que utilizem marca-passo.


(texto extraído da revista Leve & Leia)


Etimologia - blue jeans

Oggi la voce più comune per il vestito da gamba è, come tutti sappiamo, blue jeans, più spesso abbreviato in jeans. Sappiamo fin troppo come sono: calzoni lunghi di cotone grossolano e assai robusto, in origine di colore azzurro, senza risvolto, meglio se addirittura sfilacciati, che si rimboccano quanto occorre o quanto piace o non si rimboccano affatto. Hanno grosse cuciture assai evidenti, sono stretti fino allo spasimo, e portano solo due tasche posteriori, sulle quali la moda esige che sian cuciti certi marchi colorati con simboli e diciture anglo-americane. Par che sia molto raffinato scolorirli sulla parte anteriore delle cosce e sul sedere, e più vecchi e lisi sono e più costano e fanno scicche. Portati in tutti i quattro continenti, sono l'uniforme della gioventù d'oggi d'ambo i sessi.

In America questi blue jeans sono ancora adesso un rozzo indumento da lavoro, proprio dei vaccari delle grandi praterie. Il nome sonava all'origine blue genes, propriamente "blu di Genova" sottinteso "stoffa", perché si trattava inizialmente di una sorta di grosso fustagno azzurro fabbricato a Genova ed esportato in cassse con la dicitura in francese bleu Gênes. Letta all'inglese, ecco nascere i blue jeans.


(testo tratto dal libro Nella foresta del vocabolario di Aldo Gabrielli)

Os benefícios da cirurgia de castração - Dr Wilson Grassi

Diário de vida: entrevista com o Dr. Marcel Benedeti sobre a espiritualidade dos animais (Programa Transição)


Outro dia adquiri o livro "Errar é humano... Perdoar é canino! de Marcel Benedeti, médico veterinário,  e estou gostando muito da leitura. Algun dias depois garimpando na prateleira da livraria achei outra obra do mesmo autor "Todos os animais merecem o céu" que foi a primeira escrita por ele. Achei a seguinte entrevista muito interessante falando sobre a espiritualidade dos animais. 










sexta-feira, 27 de julho de 2012

Ravenna - L'estasi dei mosaici

Gengibre para dor de cabeça

Todo mundo, algum dia na vida, teve ou terá dor de cabeça. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde e da Sociedade Brasileira de Cefaleia, 99% das mulheres farão alguma queixa ao longo da vida. Dessas, 15% já sofrem de enxaqueca. Segundo neurologista, a enxaqueca pode durar horas ou seguir por até três dias. Por ser tão comum, ninguém dá a devida atenção quando ela bate. Mas saiba que, se não for tratado, o mal se agrava e acaba desencadeando outras doenças, como depressão, distúrbio do sono e perda de memória. Portanto, a dica é evitar e amenizar os gatilhos da dor (que vão de iluminação intensa e stress à menstruação e alimentação inadequada). Além de manter uma dieta especial, pratique exercícios físicos regularmente (vale caminhada, pilates, natação, ioga) ou invista em alguma terapia reconhecida, como acupuntura.

Cérebro saudável

Consuma alimentos ricos em magnésio: eles mantêm o bom funcionamento do fluxo de sangue no cérebro e os níveis de açúcar estáveis, afastando a enxaqueca. Coma também verduras de folhas verdes (rúcula, espinafre, couve), além de ervilha, ovo, batata, frutos do mar, cenoura e aveia. Beba dois litros de água - com a falta de hidratação, o cérebro encolhe, provocando irritação e dor.

Bem-estar em alta

Quem tem dor de cabeça frequente, em geral, possui baixos níveis de serotonina. Para estimular a produção desse neurotransmissor, coma: frango, peru, ovos, leite, queijos, banana, feijão, tâmara, aveia, arroz, cereais integrais, maracujá, pão, nozes e sementes.

Para aliviar a dor

O gengibre (cru ou em chá) ameniza as náuseas e os distúrbios digestivos que acompanham a enxaqueca e mais, bloqueia o efeito da substâncias que causam inflamação e dor.

Menos açúcar e café

Quando o açúcar entra no sangue, o cérebro reage com pressão, levando à enxaqueca. Já a cafeína faz mal só em excesso, uma vez que contrai os vasos sanguíneos e ocasiona a dor. Em pequenas doses ela potencializa a ação dos analgésicos.


(texto extraído da revista Leve & Leia)

Diario di vita: Tropea (Piccola Grande Italia)

Nei 10 mesi in cui ho abitato in Calabria ho potuto girarla bene con i miei compagni di scuola e abbiamo conosciuto Tropea, Vibo Valentia e Nicotera. Ho dei bei ricordi della gente calabrese che è sempre stata molto gentile con me.



A Tropea con Fefê e Dária





Diario di vita: Scanno (Piccola Grande Italia)

Ricordo sempre con nostalgia il primo viaggio fatto in Italia. Durante l'escursione ho avuto l'opportunità di conoscere la regione Abruzzo. L'albergo in cui ci siamo ospitati era a Pescara, ma abbiamo girato quasi tutta la regione. Tra i posti che abbiamo conosciuto mi ricordo del lago di Scanno. Siccome il viaggio l'abbiamo fatto a luglio in piena estate passeggiare all'aria aperta è stato un vero piacere.



Una mia foto


Memória de elefante

Hábitos como trocar o sofá por um passeio no parque, jogar ou fazer uma leve mudança na dieta ajudam a manter sua mente a todo vapor.

1. Beba chá verde

Prepare uma xícara quentinha da erva sempre que perceber certa dificuldade de se concentrar.

Por quê?

Pessoas que beberam o chá 10 minutos antes de um teste e mostraram mais atentas.

Como funciona?

As folhas contêm cafeína, um estimulante, e L-teanina, que induz o cérebro a emitir ondas relaxantes. Você fica alerta e calma ao mesmo tempo.


2. Jogue (pode ser no celular!)

Como?

Por alguns minutos ao dia, dedique-se a um passatempo como quebra-cabeça ou joguinhos de celular ou computador.

Por quê?

Jogar torna mais rápida nossa habilidade de analisar as informações.

Como funciona?

Desafios ativam a região do cérebro que não é usada durante a leitura ou outras atividades diárias, além de estimular o crescimento de novos neurônios.


3. Relaxe

Separe cinco minutinhos, a cada meia hora, para descansar a mente.

Por quê?

As pausas ajudam a concluir uma tarefa, quando retomada, com mais facilidade.

Como funciona?

Dar uma folga ao cérebro faz com que ele consiga recuperar o atraso na decodificação de novas informações.


4. Exercite-se

Convide o marido para caminhar, matricule-se em uma aula de ioga ou leve as crianças para andar de bicicleta.

Por quê?

Mulheres que praticam atividades têm menos perda de memória ou problemas ligados ao envelhecimento da massa cinzenta.

Como funciona?

Exercícios estimulam o corpo a produzir substâncias que protegem as células nervosas, enquanto retardam as doenças vasculares que podem diminuir a atividade cerebral.


5. Consuma magnésio

Acrescente farelo de trigo à sua dieta ou compre suplemento de magnésio em lojas especializadas.

Por quê?

A falta desse mineral é o que nos faz esquecer o nome do vizinho ou o lugar onde estacionamos o carro no shopping.

Como funciona?

O magnésio estimula as conexões entre as células do cérebro responsáveis pela memória de curto prazo, além de aumentar o espaço da memória de longo prazo.


Mais dicas

Ácido fólico rejuvenesce

Encontrado no feijão, vagem, brócolis, gema de ovo, folhas verdes e sucos de frutas cítricas (como limão e laranja), a substância rejuvenesce as células cerebrais. Invista nesses alimentos!

Esvazie a mente

Parece tempo perdido? Pois pesquisas comprovam que permitir que a mente viaje, aumenta a atividade cerebral associada à solução de desafios complexos.


(texto extraído da revista Leve & Leia)


quarta-feira, 25 de julho de 2012

terça-feira, 24 de julho de 2012

Tempo livre faz bem à saúde ? - Dra. Ana Escobar

Quando realizamos tarefas cansativas e cotidianas, hormônios de estresse são liberados para que as células dêem o máximo e o melhor de si. O corpo trabalha de forma diferente, sob forte exigência. Ficamos tão em alerta que qualquer coisa provoca uma explosão. É como se fôssemos enchendo um copo de água. A última e inocente gota é a que faz tudo transbordar. Isto explica por que ficamos tão nervosos e impacientes com situações banais, que normalmente nem nos afetariam. Como a fila mais demorada na padaria. Quando ficamos muito tempo sob esta tensão, paramos de raciocinar. É verdade, não encontramos soluções que às vezes são até óbvias. Por isto descansar é importante, entenda o por quê!

Quando temos momentos de lazer outros hormônios são liberados. O corpo recarrega a energia. Nestes casos o que funciona é quebrar a rotina: quem trabalha fora e não para em casa, descansa só de ficar quieto. Quem só fica em casa, precisa sair para arejar a cabeça. Todos temos que descobrir uma atividade, seja ouvir música, fazer algum esporte, ir ao cinema, assistir a um jogo no estádio, cozinhar, dar uma volta num shopping, ver televisão, navegar na internet, conversar com amigos,  enfim.... Os momentos de lazer ajudam nosso organismo a metabolizar as substâncias que nos dão mau humor e a liberar outras que nos dão a sensação de paz e de tranquilidade. Escolha algo que te dê prazer. Libere-se do trabalho por algumas horas durante o seu dia. Você vai ver como seu dia vai ficar mais produtivo. Saúde !

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Perdoar não é esquecer - André Lima

Estou postando mais um texto interessante que recebi do André Lima, terapeuta de EFT (Acupuntura Emocional sem Agulhas).

Recentemente li um texto falando sobre traição conjugal dizendo que se quisermos realmente perdoar, devemos esquecer o que aconteceu. Essa é uma visão comum sobre o que é o perdão e que acaba causando uma certa confusão.

Como é possível simplesmente "esquecer" o que houve? Só se estivermos com amnésia. Não há como, pois memórias não se apagam. O processo do perdão se dá de outra forma que não é através do esquecimento. Também não se trata de não tocar no assunto ou colocar panos quentes. Essas são aparentes soluções que não resolvem o problema.

O perdão acontece quando os sentimentos de mágoa, raiva e ressentimentos são dissolvidos completamente. E quando isso ocorre, voltamos a ficar em paz. A nossa essência mais profunda é de uma paz completa. Esse estado fundamental dentro de nós jamais é alterado. Entretanto, ele pode ser temporariamente encoberto com nuvens de sentimentos negativos.

Perdoar significa voltar a ficar em paz. E isso só é possível quando essas nuvens negativas são dissolvidas.Não adianta tentar "esquecer". O que na verdade todos nós queremos é nos livrarmos do sofrimento que a memória causa. A memória  ou o fato ocorrido em si não é o problema. O problema é sempre a  nossa reação emocional que nos provoca sofrimento. Os fatos  e as lembranças jamais poderão ser mudados. Mas é possível sim, curar o que interessa: a nossa reação emocional. Essa é a única forma de eliminar o sofrimento.

Quando as pessoas tentam "esquecer", o que elas estão fazendo, na verdade, é reprimir as emoções. E quando os pensamentos desconfortáveis surgem, elas tentam pensar em outra coisa para não sofrer. Mas isso não cura a ferida que está lá dentro guardada. Ela continua intacta, só não estamos olhando diretamente pra ela na ilusão de que isso a fará desaparecer.

E como ainda há uma ferida emocional, mesmo não entrando em contato direto com ela, sofreremos suas consequências. Essas emoções ficam armazenadas no inconsciente e provocam diversos efeitos no nosso corpo, pensamentos e ações.

Os ressentimentos e mágoas reprimidos provocam tensão no corpo, geram ansiedade, inquietação. Nossa fisiologia é afetada pelas emoções reprimidas. Cada emoção é produzida quimicamente pelo nosso corpo (mesmo aquelas inconscientes) e alteram a produção dos hormônios e da quimica do bem estar que nosso cérebro produz quando estamos livres das emoções negativas.

Essa energia presa dentro de nós tem uma força oculta (não a percebemos) e influencia na nossa forma de agir e pensar.Mesmo que você queira ficar bem com a pessoa da qual voce guarda uma mágoa, sem querer, aquela energia o levará a criar algum tipo de conflito.

Talvez você tente controlar ou manipular o outro como uma forma de compensar a dívida que você sente que ele tem por você. Talvez você tente punir a outra pessoa sendo frio e se mantendo distante no relacionamento, criticando-a na frente dos outros, deixando de apoia-la.  Talvez você passe a se irritar facilmente e dê "patadas" e foras constantemente. Bem, são inúmeras as maneiras que aquela mágoa guardada, mesmo estando bem escondida, vai se manifestar de forma prejudicial no seu relacionamento.

Por mais que tenhamos o desejo sincero de ficar bem com o outro, acabamos agindo de forma negativa. E depois não nos entendemos e ficamos frustrados. Só é possível se libertar dessa força sabotadora curando profundamente suas raízes: dissolvendo as mágoas, raivas e ressentimentos de forma plena.

Existem várias formas de curar essas emoções. Uma delas é utilizando a EFT, que é um dos processos mais rápidos e profundos. Convido a todos a listarem os eventos específicos, ou seja, as memórias que trazem mágoas e ressentimentos, e depois a aplicar EFT para dissolver todas essas emoções.

O resultado dessa liberação emocional é o que chamamos de perdão. Voltamos a ficar em paz. Sentimos alívio. Brotam sentimentos de compreensão, aceitação. Diminui a ansiedade, eleva a autoestima. O reflexo disso será visto na nossa forma de agir e pensar dentro do relacionamento.

Quando isso ocorre, entendemos que perdoar é algo que tem a ver apenas com nós mesmos. É um processo interior e não depende da mudança das pessoas e circunstâncias. Nossas mágoas e ressentimentos são uma tentativa equivocada de atingir a outra pessoa, como se isso fosse trazer algum tipo de justiça para que nós possamos finalmente ficar em paz.

Mesmo quando conseguimos punir e atingir a outra pessoa, os ressentimentos ainda vão permanecer dentro de nós. Ou seja, o sofrimento que queriamos eliminar continua a existir. E talvez agora, somado a ele, surgirá frustração, culpa, vazio e sensação de perda de tempo. Vivemos em um estado de confusão emocional que nos leva a caminhos completamente ineficazes de se alcançar paz e felicidade.

O caminho mais simples é liberar nossas próprias emoções. E realmente, não é fácil fazer isso sozinho utilizando força de vontade. A EFT facilita esse processo em milhares de vezes. Algo que parece impossível liberar, ao seguirmos o método observaremos uma completa dissolução. Muitos ficam surpresos e espantados ao perceberem uma emoção tão intensa literalmente ser dissolvida.

Para quem deseja se aprofundar nesse tema, recomendo o Curso Online para download de EFT Perdão eAuto Perdão. Todas as informação é só acessar abaixo:


E para quem deseja uma experiência profunda presencialmente com a EFT, ministrarei cursos de EFT nas seguintes cidades:

Curso básico(final de semana):


Abraços,


Andre Lima - www.eftbr.com.br

domingo, 22 de julho de 2012

Diario di vita - Siracusa (Piccola Grande Italia)

No mesmo fim de semana em que estivemos em Catania, fomos também para Siracusa (Annalydia, Fefê, Roberto e eu). Uma belíssima experiência da qual tenho recordações preciosas.



Al Anfiteatro Romano a Siracusa


Con Roberto e Fefê davanti all'Orecchio di Dionisio




Diario di vita - Catania (Piccola Grande Italia)

Ho visitato varie volte la Sicilia quando abitavo a Reggio Calabria. Bastava prendere il traghetto ed eravamo a Messina. Con i miei compagni di scuola abbiamo visitato Catania, Siracusa, Palermo e Agrigento.

In seguito il documentario su Catania.



Al mercato di Catania


Giardino di Catania


Con Roberto, un mio compagno di classe,  davanti al Liotru, il simbolo della città di Catania





L'Umbria (Le meraviglie d'Italia)



La Sicilia (Le meraviglie d'Italia)



La Sardegna (Le meraviglie d'Italia)



I vetri di Murano



Lamborghini (mega máquinas)

Maravilhas modernas: Máquinas operatrizes (History Channel)

Armas e munições - Daniel H. Wilson (History Channel)

Nel segno del Correggio - la Cava di Carrara (Omar Galliani)


Diário de vida - reflexões flash

Como não me atribui nenhuma turma na escola no 1º semestre e atualmente só estou com uma aluna particular a quem só dei até agora 2 aulas, a única pessoa "ventenne" com quem converso é o meu amigo João e devo dizer que não sinto a nossa diferença de idade. Temos interesse em comum como as pedras e assuntos de autoconhecimento, mas quando o assunto é música a coisa muda de figura, porque continuo a gostar dos sucessos dos anos '70, '80 e '90, tanto é verdade que desconheço os hits atuais.

Outra coisa que não compartilho com os jovens é o gosto excessivo pela tecnologia e principalmente o costume de fazer piercings e tatuagens. O João está amadurecendo a idéia de fazer uma tatuagem pequena no pulso, mas só não se decidiu ainda por causa do medo de agulhas.

Da minha parte, nunca me passou pela cabeça fazer isso. Não sei se é uma questão de idade, mas nunca tive vontade. Para falar a verdade, o acessório que menos me incomoda são os brincos porque ficam soltos. Só agora, visando o aspecto terapêutico, recomecei a usar anéis, pulseiras e pingentes, mas acessórios em geral me incomodam. Não gosto nem de usar óculos para falar a verdade, mas nesse caso não tive como escapar.

Eu me lembro de um fora quando dava aulas de italiano junto ao COGEAE, em substituição à professora Vittoria que estava na França. Um dia percebi que uma aluna estava muito quieta e quando a chamava para participar de uma atividade de conversação ela me dizia que não estava a fim. Achei estranho porque geralmente ela não se comportava assim. No final da aula ela veio me contar que tinha acabado de colocar um piercing... na língua. Ela era aluna do grupo do primeiro horário e a mãe dela tinha aulas no segundo e sem querer comentei o que a filha tinha feito. Descobri então que ela tinha pedido dinheiro à mãe para comprar alguma coisa (já não me lembro mais) e foi colocar o piercing sem autorização. A mãe me tranquilizou dizendo que tinha mesmo achado estranho que a filha estava sem apetite e não queria comer. Mas tudo foi esclarecido depois: a mãe não comentou que eu tinha contado sem querer, mas conversando com a filha fez com que ela lhe contasse o grande "segredo".

Bom fim de domingo a todos!!!!