terça-feira, 30 de junho de 2015

Os órgãos e as emoções





Controle os níveis de glicose e colesterol com o chá de canela (Melhor com Saúde)


Complemente o seu tratamento médico com os remédios naturais de canela. O chá de canela é uma opção deliciosa, mas também há outras formas agradáveis de consumir esta especiaria.

A canela é um excelente remédio alternativo ajuda, efetivamente, a reduzir os níveis de glicose e colesterol no sangue. Além disso, é um remédio natural que pode ser utilizado com toda confiança, pois é livre de química.

Como a canela atua para baixar os níveis de glicose?

A canela é uma especiaria muito comum nas cozinhas do mundo,de tal maneira que a maioria das receitas de pastel, sobremesas e algumas batidas levam certa quantidade de desse ingrediente.Também, na medicina natural é muito recomendada para diferentes tratamentos de saúde.

Há algum tempo, foi realizado um estudo com 60 pessoas, as quais sofriam de diabetes tipo II. Esse grupo recebeu diariamente uma dieta que incluía 6 g de canela, durante quarenta dias, resultando em uma diminuição de até 29% em níveis de glicose no sangue de cada um dos pacientes.

Como a canela atua nos níveis de colesterol?

Os benefícios da canela, no combate ao mau colesterol, são bastante eficazes, eficácia que foi comprovada pelo mesmo estudo realizado com pessoas que sofriam de diabetes; ao realizar este estudo com pessoas que padeciam de colesterol alto, obtiveram uma redução entre 7% e 27%.

Como você pode ingerir a canela?

A canela é uma especiaria que pode tomar muitas formas. Ela pode ser adicionada aos doces, bebidas ou simplesmente preparar uma infusão e tomar o delicioso chá de canela.

O primeiro passo para preparar o chá é ferver uma xícara de água e, posteriormente, acrescente canela em pó. Então tampe e deixe por alguns minutos, pode-se adoçar com mel de abelha.

Outras maneiras agradáveis de consumi-la é acrescentando um pouco de canela ao pó de café, aos sucos, aos cereais e a todas as demais bebidas que possa tomar durante o dia, bem como geleias, tortas e os doces que consumir.

A canela além de fácil consumo, é muito barata, por isso, não há desculpa para não tê-la sempre em casa. Prefira sempre a canela em pau ao invés de canela em pó, já que concentra muito melhor os benefícios que esta especiaria pode trazer à saúde.

Entretanto, não esqueça-se de que apesar da canela ser muito eficaz para baixar e controlar os níveis de glicose e de colesterol, jamais deixe de tomar os medicamentos receitados pelo médico, apenas complemente o tratamento médico com os remédios naturais.

Chás que diminuem os níveis de açúcar do sangue (Melhor com Saúde)


Um estudo realizado na China identificou que o chá vermelho tem os mesmos efeitos que um medicamento antidiabético para reduzir os níveis de açúcar no sangue.

O chá é um elemento muito arraigado na cultura oriental já há quase cinco milênios, mas seu consumo no mundo ocidental é recente, depois de ter ganhado popularidade na Europa, no fim dos séculos XVI e XVII.

Muitos amantes do chá consomem a bebida por sua capacidade de acalmar e tranquilizar, mas a ciência tem descoberto, aos poucos, que os chás e infusões, em sua infinita variedade, têm uma ampla gama de propriedades medicinais, incluindo a capacidade de reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Por isto, a seguir, falaremos sobre como é possível diminuir os níveis de açúcar do sangue com chás.

Chá verde

De acordo com testes realizados por uma equipe de pesquisadores japoneses e taiwaneses, o chá verde elaborado a partir das folhas secas, sem fermentar, advindo do arbusto Camellia sinensis, tem o poder de melhorar o metabolismo da glicose.

Os pesquisadores descobriram que o chá promove o metabolismo da glicose em seres humanos saudáveis e diminui os níveis de glicose no sangue de ratos diabéticos.

Em um relatório sobre suas descobertas, publicado na edição de 2004 da “BMC Farmacologia”, os pesquisadores informaram que seus resultados oferecem ainda provas a mais sobre os efeitos antidiabéticos do chá verde e servem de base para o estudo adicional sobre os mecanismos precisos de propriedades hipoglicêmicas deste chá.

Chá preto

Parente próximo do chá verde, o chá preto é preparado com folhas secas da Camellia sinensis, folhas que antes foram fermentadas.

Nos resultados publicados na edição de março de 1995 do “Diário de Etnofarmacologia”, uma equipe de pesquisadores do instituto Indio de Biologia Química em Calcutá, informou que um estudo em animais demonstrou os efeitos hipoglicêmicos do chá preto.

Com o uso de estreptozotocina, os pesquisadores induziram a diabetes em um grupo de ratos de laboratório. Depois, trataram os animais com um extrato de água quente e chá preto. Este extrato reduziu significativamente os níveis de açúcar no sangue e demonstrou efeitos “preventivos e curativos” nos animais em que a diabetes foi induzida.

Chás de mirtilo e sálvia

Os chás de ervas à base de folhas secas de mirtilo e da sálvia também são utilizados no controle da diabetes, segundo um artigo publicado emBattleDiabetes.com. O artigo atribui as propriedades hipoglicêmicas do mirtilo a uma substância chamada glicoquinina, composto reconhecido por sua capacidade para reduzir os níveis de açúcar no sangue.

O mirtilo também apresenta propriedades curativas em casos de neuropatia diabética que afeta a visão em pacientes com diabetes do tipo 2. O chá de sálvia, por sua vez, promove a atividade da insulina em diabéticos, segundo a mesma fonte, e é especialmente útil no controle glicêmico em pacientes com este tipo de diabetes.

Outra vantagem do chá de sálvia é sua capacidade de apoiar a função hepática. Os diabéticos e outras pessoas com fígado com baixo rendimento experimentam uma redução da resposta imunológica, fadiga e dores de cabeça.

Chá vermelho

Outro dos produtos da planta Camellia sinensis, o chá vermelho ou chá Pu’erh, é originário da província meridional de Yunnan. O chá parece ser tão efetivo como um medicamento antidiabético por diminuir níveis de açúcar no sangue e pela prevenção da diabetes, segundo o artigo publicado em maio de 2009, no jornal China Daily.

O jornal continha resultados de um estudo feito em animais durante 2 anos, executado por pesquisadores da Universidade de Jilin e Cangchun e pela Universidade da Ciência e Tecnologia.

Os pesquisadores trataram um grupo de ratos, geneticamente obesos, com chá vermelho, enquanto outro grupo, nas mesmas condições, foi tratado com rosiglitazona, um fármaco redutor da glicose no sangue.

No fim de 2 semanas, os ratos tratados com chá vermelho apresentaram uma redução nos níveis de açúcar no sangue em 42% deles, em comparação com 26,5% observados em animais que receberam a droga.

Câncer provocado pelo fumo


8 dicas para calar os "diabinhos' dos pensamentos negativos (globo.com)


Dê ouvidos aos "anjinhos' que estão na sua cabeça

Os "diabinhos' não marcam hora para nos incomodar. Eles surgem até mesmo quando a vida está ótima. Fazem com que pensemos que, apesar do bom momento, algo pode dar errado. Ou que você não é bom o suficiente para ter sucesso na vida. Tais pensamentos negativos, naturalmente, fazem muito mal a você.

Em artigo no site da revista "Inc.", o empreendedor e consultor Larry Kim lista dicas para você esquecer seus demônios interiores e dar ouvido aos "anjinhos" que estão na sua cabeça:

1. Fale alto o quão incrível você é

Diga, em alto e  bom som e para si mesmo, que você é incrível, inteligente, bonito e todos os adjetivos que você quiser. Kim até reconhece que essa dica é meio brega, mas que realmente ajuda as pessoas que precisam de confiança.

2. Escreva o quão incrível você é

Pegue uma folha de papel e faça três listas. Preencha a primeira com 10 pontos fortes seus. A segunda, com 10 conquistas importantes em sua vida e, por fim, escreva 10 coisas que você admira em si mesmo como pessoa. Não precisa colocar nada muito complexo. Após isso, você  terá 30 provas de que você é uma pessoa bem legal. E, de acordo com Kim, tal número é uma pequena parte de todas as coisas boas que você é e faz.

3. Não se compare aos outros

Ou, em outras palavras, não preste muita atenção ao que seus amigos compartilham no Facebook. Até porque eles nem são tão legais assim. Cada pessoa tem sua história. Não é legal comparar sua trajetória e seu atual momento com, por exemplo, pessoas da mesma idade que a sua. Um bom momento pode se transformar em ruim em um piscar de olhos. Kim dá um exemplo bem válido: é bem provável que você esteja em uma situação muito melhor que a das pessoas que eram populares na sua época do colegial.

4. Não exija tanto de si mesmo

Há pessoas que sofrem muito ao cometer erros, mas são maravilhosamente condescendentes, em caso de falhas semelhantes, com quem os rodeia. Lembre-se que o que você diz ao consolar alguém se aplica a você. Ou seja: errar é humano, o deslize não foi tão ruim assim e você tem totais condições de se reerguer.

5. Cuide-se

Ao se sentir bem, são menores as chances de os "diabinhos' incomodarem seus pensamentos. Por isso, cuide-se: vista-se direitinho, não coma muita besteira, durma o máximo que puder e tente fazer alguma atividade física.

6. E cuide dos outros

Ajudar quem precisa é outra prática que traz bastante bem-estar, segundo Kim. Voluntariando-se em uma ação social, por exemplo, você consegue perceber que, afinal, sua situação não é tão ruim. Sem falar, claro, em como ajudar alguém em necessidade é gratificante.

7. Aprenda alguma coisa nova

Tente arrumar tempo para aprender. Pode ser uma nova língua, uma arte marcial ou até a andar de bicicleta, caso você não saiba. Ao se tornar bom nesta nova atividade, você mostra a si mesmo que é incrível o bastante para dominar vários campos do conhecimento.

8. Cerque-se de gente boa

Nem sempre conseguimos nos animar sozinhos. Por isso, cerque-se de gente boa. Seus amigos certamente acham que você é uma ótima pessoa e podem te ajudar. Outra alternativa é procurar um terapeuta. Muita gente tem preconceito com esse tipo de profissional, mas lembre-se que auxílio psicológico não é coisa "para loucos" e pode ajudar os "anjinhos' em sua cabeça a sobrepor os pensamentos negativos.

Um copo para cada ocasião




segunda-feira, 29 de junho de 2015

O poder da empatia (legendado)


Blues for fun (Red House)


8 comportamentos de pessoas inteligentes (globo.com)


Você é o que você faz. Não adianta saber de todos os números e condições se você não consegue tomar boas decisões que gerarão as melhores consequências para o seu negócio. Pode parecer básico, mas muitas vezes o que impede os empreendedores de alcançar o sucesso é o comportamento deles.

O especialista Steve Tobak fez uma lista para o site da revista "Entrepreneur" de quais são os comportamentos e posições de pessoas inteligentes. Saiba quais são eles:

1 - Elas tomam decisões inteligentes

Essas são pessoas que sabem que seus atos têm consequências. Elas também sabem o impacto que essas consequências têm em seus negócios. Para fazer boas escolhas, é necessário foco e disciplina.

2 - Elas aprendem com seus erros

Errar é a melhor forma de aprendizado. Ficando cara a cara com a realidade, o empreendedor pode ter uma percepção melhor de suas próprias falhas e encontrar maneiras para acertar da próxima vez.

3 - Elas não sabem todas as respostas

Pessoas inteligentes não precisam agir como se soubessem de tudo. Elas são espertas o suficiente para reconhecer o quanto não sabem.

4 - Elas estão cercadas de outras pessoas inteligentes

Uma pessoa pode até ser inteligente, mas os melhores trabalhos são sempre feitos em equipe. Steve Jobs, por exemplo, recrutava cerca de oito pessoas talentosas para participar de sua equipe de liderança e os ensinava a fazer o mesmo com seus próprios times.

5 - Elas conseguem se adaptar

Saber se adaptar ao ambiente e as pessoas ao redor é uma característica importante em qualquer tipo de carreira. Quem consegue usar os recursos que tem para atingir bons resultados se destacará.

6 - Elas são razoáveis

Tem muita gente que não abre mão de um posicionamento, mesmo que todas as evidências e argumentos provem que ele está errado. Quem não deixar o orgulho e a teimosia de lado para dar mais espaço ao pensamento lógico dificilmente conseguirá ter uma boa convivência no ambiente de trabalho.

7 - Elas não seguem modismos

Deixe os modismos e os pseudoconhecimentos de lado e crie seu próprio caminho. Pense fora da caixa.

8 - Elas reconhecem suas limitações

Não há problema algum em ter ambição. Mas é necessário reconhecer seus próprios limites também. Não corra riscos à toa: saiba o quanto você é capaz de aguentar.

Japão: Economia, Cultura e Tecnologia (Discovery Civilization)


Liberdade - Brasil ou Japão? (documentário)


A química de nosso corpo (quimica.com.br)




As disputas "amorosas" - Dr. Flávio Gikovate


A maldade - Dr. Flávio Gikovate


Hamlet é o anti-Facebook - Leandro Karnal


Tempo, historiografia e tempo líquido - Leandro Karnal


Os 5 maiores remorsos que as pessoas sentem antes da partida (1000 news)


Quando se trata de falar sobre viver e morrer, muitos não gostam de abordar o segundo. Por outro lado têm pessoas que convivem com esta realidade todos os dias.

E por isso, a enfermeira Bronnie Ware decidiu fazer um livro para mostrar para as pessoas o que mais lhes pesa nos seus últimos dias de vida.

*Deixar de viver o que queriam por se preocupar com os outros

Quando a vida está próxima do fim, é mais fácil ter a lucidez e perceber o quanto ficou para trás, por medo ou por se preocuparem com o que os outros pensariam.

* Ter trocado a família pelo trabalho

Os homens foram maioria com este sentimento. Pensando primeiro na vida profissional, deixaram filhos e esposa de lado.

* Medo de falar de seus sentimentos

Não conseguir falar sobre os sentimentos, os fez se sentir medíocres perante a situação, tornando-os pessoas amarguradas.

*Mantido contato com os amigos

Ao final da vida, o sentimento da distância dos velhos amigos vem à tona. Arrependimentos por não terem ligado para dar feliz aniversário ou marcado um encontro para relembrar os tempos idos.

* Queria ter sido mais feliz

O mais comum dos arrependimentos. Entender que a felicidade é uma escolha, não é fácil até que a vida esteja no seu fim. As pessoas ficam presas a velhos hábitos e pudores, escondidos por detrás de uma máscara e esquecem de serem livres e felizes.

A gata que mudou a vida de uma pequena autista - Jacyara Azevedo


Foi amor à primeira vista, Iris é uma extraordinária inglesinha pintora de 5 anos e nenhum animal terapêutico a conquistava, até que chegou a maine coon Thula. A dupla agora não se larga e a amiguinha a ajuda a se comunicar




Era uma vez, em um reino chamado Market Harborough, em Leicestershire, Inglaterra, uma menininha de nome Iris Grace Halmshaw, 5 anos. Ela vivia em um lindo jardim, entre flores coloridas, árvores, luz do sol, tintas e pincéis. Adorava contemplar a natureza ao lado da gatinha Thula, sua melhor amiga. Vestindo sua capa (um tecido adaptado por sua mãe, Arabella Carter-Johnson, 33), a menina pintava por horas a fio. Tinha um dom especial: tão novinha, passou a criar lindas paisagens, elogiadíssimas por amantes das artes. Gota a gota, e eram muitas, Iris construía um mundo só seu, cheio de cores e sensações. No quintal de sua casa, a menina e a gata, Thula, reinavam felizes. Ali, ninguém diria que Iris possuía severos problemas de comunicação e interação social. Ou que ela ficava desesperada diante de situações banais, como a presença de outras crianças e o ato de fazer contato visual com os outros. Em seu universo lúdico e único, Iris é portadora de autismo, diagnóstico que recebeu em 2011, aos 2 anos. O transtorno é uma desordem neurológica incurável, que pode prejudicar a capacidade de interagir com o mundo.

E eis que chega a gatinha...

Educada em casa, Iris Grace começou a pintar em 2013, incentivada por seus pais. Arabella e Peter-Jon Halmshaw, que inventaram sessões de arte para estimular a concentração e a fala, tentando seguir o currículo nacional de educação no Reino Unido. A ideia era proporcionar uma atividade que distraísse a filha e a ajudasse a tentar se comunicar, uma das ferramentas da chamada arteterapia. O que aconteceu pouco depois foi surpreendente. Pinturas extraordinárias para uma criança (e até um adulto comum) tomaram forma. Era o olhar da menina autista para os habitantes de seu mundo encantado, repleto de natureza e música clássica - Iris se acalma ouvindo música, desde quando era um bebê, conhece todos os instrumentos de uma orquestra e adora o violino, em especial (ela já tem um).

Em fevereiro de 2014, um novo personagem passou a fazer parte da vida de Iris - e a mudá-la para sempre, aliviando seu isolamento. Thula, com pouco mais de 2 anos de idade, é uma gatinha da raça maine coon, conhecida como inteligente, gentil e... bem, gigante! A raça chega a ficar com 1 metro de comprimento, até o fim do rabo. "Thula baixou a ansiedade de Iris e a mantém calma. Ao mesmo  tempo, a encoraja a ser mais sociável", contou Arabella, uma fotógrafa que criou um site na internet (irispainting.com) para divulgar a história da filha. Depois da chegada da gatinha, a menina passou a pronunciar pequenas frases como: "Sente-se, gata!". Havia meses que a família procurava por um animal terapêutico. Tentou, em vão, cavalos, cachorros (Iris odiava ser lambida e a hiperatividade do cão a deixava muito nervosa) e até mesmo gatos, mas percebeu que ainda não tinha encontrado o companheiro certo até a pequena conhecer Thula.

Xampu na Thula também

Inseparáveis, Iris e Thula fazem tudo juntas. Brincam na água, andam de bicicleta, montam quebra-cabeças, mexem no iPad, desenham, pintam e até tomam banho lado a lado. "Iris passou por um período em que odiava tomar banho e lavar os cabelos. Thula espontaneamente começou a entrar na banheira e a deixar que eu passasse xampu nela também, para ajudar sua amiga", contou a mãe, que não foi aconselhada a buscar esse tipo de suporte, mas descobriu, em suas pesquisas, que havia casos práticos a respeito dos excelentes efeitos que um animal pode exercer sobre uma criança com autismo. E assim aconteceu. Após a chegada da gatinha de estimação, Iris passou a ser mais tátil e afetuosa. Influenciada pela amizade, a artista tem acrescentado pinceladas que se assemelham a olhos e nariz de gato. De início, seus pais pensaram ser uma coincidência, mas agora acreditam que a filha está expressando seu amor pela melhor amiga. "Graças a essa preciosa gatinha mágica, novas portas para a comunicação e as emoções de Iris estão se abrindo. Ela está mais feliz do que nunca."



Ashton Kutcher

A história de Iris tem sensibilizado muitas pessoas ao redor do mundo para a questão do autismo - e do quanto tratamentos adequados podem trazer evoluções e alegria para quem sofre da doença e para seus cuidadores. Algumas personalidades, como o ator americano Ashton Kutcher, 37, têm ajudado a divulgar o trabalho da pequena pintora. Em 23 de setembro de 2014, ele compartilhou uma foto de um quadro da inglesinha em seu perfil no Instagram, escrevendo na legenda "eu quero um desses". A mãe, Arabella, comentou, na época: "Estou certa de que esse post teve um enorme impacto para aumentar o conhecimento das pessoas. E, ao me deixar guiar pelos interesses de Iris, tenho sido capaz de envolvê-la em muitas coisas. Iniciamos também nosso próprio clube de atividades todos os sábados pela manhã, para apoiar crianças com autismo".

Hoje, a garotinha ainda não fala muito - apesar de Thula ser quem geralmente ganha as palavras de atenção de Iris. Mas já é reconhecida por suas magníficas pinturas. Recebeu elogios na Europa, Ásia e América e seus trabalhos passaram a ser vendidos - um colecionador particular adquiriu uma tela original em um leilão no site por mais de 12.000 libras esterlinas cada uma, cerca de 54 mil reais.

"Muitos artistas, comerciantes e galerias entraram em contato conosco fazendo referências a Monet (mais célebre pintor impressionista, nascido na França no século 19). Mas, para nós, o mais importante é a alegria que ela sente quando está criando suas peças e o quanto seu humor muda", declarou Arabella ao jornal britânico The Independent.



Remédio que ajuda a combater as dores causadas pela artrite (Melhor com Saúde)


A doença que conhecemos como artrite, nada mais é do que ainflamação de uma ou mais articulações do corpo. Ela pode causar muitas dores e atrapalhar o nosso dia a dia, impedindo de nos realizarmos as atividades normalmente, como eram feitas antes. Com isso, a qualidade de vida daqueles que sofrem com a artrite é reduzida.

Embora estejamos acostumados a nos referir à artrite como uma só condição, existem mais de 100 tipos diferentes dela. Além disso, são inúmeras as doenças similares, que afetam os ossos, músculos, articulações e tecidos.

Felizmente, hoje em dia existem muitos tratamentos para lidar com a artrite, muitos deles completamente naturais, reduzindo as dores e os sintomas incômodos de quem sofre com esta condição.

Sintomas da artrite

O principal sintoma certamente é a dor, cuja intensidade pode variar dependendo da situação. No entanto, ela pode atingir patamares extremamente incômodos.

Além da dor, também podemos notar sintomas como a inflamação articular, a redução da capacidade de movimentar as articulações, a sensação de calor e um tom mais avermelhado da pele próxima à articulação e a rigidez articular.

Causas da artrite

Diferentes causas foram apontadas como responsáveis pelo surgimento da artrite. A mais comum delas é o desgaste da cartilagem que protege as articulações. Para entender melhor, podemos pensar que uma cartilagem normal faz com que as articulações possam se mover suavemente, sem nenhum tipo de dor ou problema, enquanto uma cartilagem desgastada permite que os ossos se toquem em cada movimento gerando, com isso, a dor, inflamação e a rigidez que mencionamos anteriormente.

Algumas condições também podem causar a artrite, como uma doença autoimune, uma fratura óssea, ou uma infecção provocada por vírus e bactérias.

Remédio natural para tratar a artrite

Existem várias maneiras de tratar a artrite usando apenas remédios naturais oferecidos pela medicina alternativa. Alguns alimentos e componentes são ótimos para reduzir vários tipos de dores, inclusive a da artrite, com muita eficácia.

Nesse artigo, vamos falar sobre um remédio específico composto por três ingredientes diferentes que oferecem diversos benefícios para a saúde: o alho, o mel e o vinagre de maçã.

Os três são amplamente usados para vários objetivos diferentes na medicina natural e alternativa. O alho, por exemplo, conta com propriedades antibióticas, antivirais, antioxidantes e analgésicas. Dessa forma, ele age como um poderoso analgésico e anti-inflamatório contra as dores causadas pela artrite.

Além disso, ele ainda ajuda no processo de desintoxicação do organismo, reduzindo dessa forma a inflamação que pode provocar a artrite.

O mel também conta com propriedades antibióticas e antivirais, além de possuir um efeito calmante. Ele ajuda a lubrificar as articulações e, consequentemente, a reduzir as dores. O vinagre de maçã também é ótimo para combater infecções e vários tipos de dores, pois ele ajuda a reduzir inflamações e pode diminuir a dor em várias partes do corpo, como os joelhos, mãos, cotovelos e quadris.

Vamos aprender como usar esses três ingredientes para fazer um remédio natural que ajuda no combate à artrite.

Ingredientes

1 copo de vinagre de maçã orgânico (250ml)
1 copo de mel de abelha puro (335g)
8 dentes de alho

Como posso preparar esse remédio?

O preparo deste remédio natural é bem simples. O primeiro passo é triturar os oito dentes de alho. Depois, devem ser colocados em um recipiente junto com o copo de vinagre de maçã orgânico e o copo de mel de abelha puro.

Misture bem todos os ingredientes para incorporá-los completamente, obtendo uma mistura homogênea. Quando a preparação estiver pronta, coloque-a em um frasco ou recipiente de sua escolha e guarde na geladeira por um período entre 5 e 7 dias. O objetivo é deixar a mistura macerar.

Após esse período, basta ingerir esse remédio diariamente para aliviar as dores da artrite. A dosagem recomendada é de 2 colheres diárias da mistura, incorporadas a um copo de água morna ou suco de frutas natural, dependendo da sua preferência.

Recomenda-se também ingeri-lo em jejum, pela manhã logo após levantar, para obter melhores resultados. Se quiser, a mesma dose também pode ser tomada à noite, logo antes de dormir.

É importante lembrar que, como na maioria dos tratamentos naturais, os resultados não serão imediatos. No entanto, devemos ser constantes e consumir este remédio todos os dias; se levarmos o tratamento a sério, logo começaremos a identificar uma melhora na artrite.

Hamlet de Shakespeare e o mundo como palco - Leandro Karnal (Café Filosófico)


Seiiti Arata entrevista o Dr. Paulo Rosenbaum: Emagrecimento e endocrinologia


domingo, 28 de junho de 2015

Il contrasto fra San Pietro e San Paolo


Diário de vida do Hachiko


Olá, gente! Faz tempo que eu não aparecia por aqui, não ? Hoje decidi escrever alguma coisa porque percebi que a minha humana filha estava precisando de uma palavra amiga. 

Acho que ela está enfrentando muito bem o luto, mantendo-se ocupada a maior parte do tempo e o mais importante é que ela procura sempre por coisas que levantem o seu astral. Ela não sabe mas eu sempre fico por perto quando ela começa a chorar e torço para que supere logo essa fase tão dolorosa. 

Bom, essa semana houve a feira oriental em um shopping perto de nossa casa e vi que isso a confortou muito. E o reencontro com a professora Norie foi muito legal. E ainda de quebra a Margarida apareceu por lá para lhe entregar o almoço. 

Fiquei observando as ilustrações que foram feitas tanto da minha humana filha, mas também da minha tanto amada humana mãe e fiquei muito feliz quando o Christian fez a ilustração da minha ilustre "pessoa". Ficou muito legal mesmo!!! Ainda mais que faço parte da família então nada mais justo do que ser desenhado também.

E modéstia à parte fiquei lindão!!!








Conselhos de uma mulher de 60 para envelhecer com felicidade (Melhor com Saúde)


O nome dela é Margaret Manning, uma mulher que, quando fez 60 anos, se disse a si mesma que era o momento de fazer alguma coisa enriquecedora, algo que, por sua vez, pudesse ajudar os demais. Foi então quando ela decidiu deixar seu trabalho para iniciar um conhecido projeto chamado “Sixty and me”, uma associação para mulheres maiores de 60 anos.

Neste espaço, qualquer mulher que desejar pode dar seu testemunho de como é sua vida, do que conquistou, o que aprendeu… Por sua vez, Margaret Manning persegue outra interessante ideia: ajudar os mais jovens a deixar de ter medo “das rugas”, do passar do tempo, A nos tornarmos mais velhos.

Segundo ela mesma explica, ela se vê surpreendida frente a todas essas pessoas, em especial as mulheres, que quando chegam aos 30 pensam que já perderam a juventude. Daí, sua iniciativa de nos deixar essa série de conselhos para todas aquelas que, passados os trinta anos, começam a sofrer uma pequena crise existencial.

Se esse for seu caso, se você estiver entre os 30 e os 50, não deixe de ler estes instrutivos conselhos. Com certeza, eles farão você pensar.

Conselhos de uma mulher de 60 para as mais jovens

Lembre-se sempre de uma coisa: só existe uma vida, então não a desperdice se sentindo infeliz ou se preocupando com coisas que não têm importância.

Busque sempre o lado bom das coisas. Seja positiva.

Valorize o dia de hoje, “o aqui e agora”. É a única coisa que importa.

Viva cada dia com a máxima plenitude, desfrute das pequenas coisas cotidianas.

Tenha em conta que a vida pode mudar em um só instante. Se viver o momento, vai dar na mesma ter 30 ou 60, o importante é fazer tudo com paixão e plenitude.

Desfrute da natureza, do seu tempo livre. Não se pressione demais.

Busque um trabalho que você realmente goste. Se não for possível, procure, pelo menos, um hobby que a faça se sentir feliz e realizada.

Seja sempre você mesma, não o que esperam os demais. Desse modo, você vai envelhecer com mais dignidade.
Você deve envelhecer de forma positiva. Não evite o passar do tempo nem fique obcecada em dissimular essa marca de expressão, essas rugas ao redor dos olhos. Não tenha medo.

Seja feliz com cada ano que passar na sua vida.

Você é algo mais do que a sua idade. Você é mais do que os 32 ou os 42.

Seja sincera sempre contigo mesma. Envelhecer é um processo lento do que se aprende muito. Entretanto, é uma aventura que vale a pena e, se o levar dessa forma, sempre será notada como atraente.

Conserve as boas lembranças de sua vida e não se “ancore” às más experiências, porque elas causarão sofrimento e isso será notado na sua beleza exterior.

Virginia Woolf tinha razão, mas só pela metade. Uma mulher precisa de um quarto só para ela, para se sentir independente e realizada, mas também de um salário.

Deixe de um lado os estereótipos que tem a sociedade sobre o envelhecimento. Esqueça-os por completo.
Do que vale a pena se preocupar por envelhecer? É melhor se preocupar pelo tédio.

Você deve ter em claro uma coisa: o tempo vai passar, querendo ou não, então, comece a vivê-lo!

Inspire-se a cada dia, viaje, aprenda, se cultive, leia, viva de uma forma simples, mas gratificante.

Não esbanje o dinheiro em sapatos; os homens não notam os seus pés.

Não encha sua vida com pessoas que não a valoram e que só trazem problemas.

Seja sempre você mesma, brilhe, reluza com felicidade e seja consciente de cada dia da sua vida.

Para que se obcecar com as rugas? São o mapa da sua vida, leve-as com dignidade.

Viva com intensidade e desfrute do amor em todos seus sentidos.

Ofereça amor a quem estiver ao seu lado de maneira incondicional. E aprenda também a recebê-lo.

Tenha filhos quando quiser tê-los: não há um momento chave, ninguém tem que obrigar você e também não se importe com o que a sociedade diz. Você manda no seu corpo e na sua mente.

Desenvolva a sua empatia.

Aprenda a perdoar. Não armazene ódios e aborrecimentos, ou seu coração vai envelhecer da pior maneira possível.

Construa um bom círculo íntimo de amizades.

Tente não deitar carregada de problemas e aborrecimentos.

Se tiver estabelecido uma má relação, saia dela o quanto antes.

Sorria a cada dia, cuide da sua pele e da sua alimentação.

Confie nas suas intuições, nos seus instintos.

Não se obceque por ser a mãe perfeita. Simplesmente, ame os seus filhos e apoie-os de maneira incondicional.

Seja sempre uma guerreira, aprenda a ser autossuficiente e a desenvolver seus recursos.

Não se deixe dominar pelo medo.

Nunca deixe que alguém diga para você que já é muito velha para certas coisas. É um engano!

Seja agradecida todos os dias porque sempre há algo para aprender, inclusive das coisas mais negativas. Se o fizer com ânimo, simplicidade e plenitude, os anos vão passar com mais integridade. E se estiver bem por dentro, vai ser notado por fora. Você vai continuar sendo uma mulher maravilhosa.

Certamente, muitos desses conselhos fizeram você pensar. Então, não se esqueça de tê-los sempre presentes em seu dia a dia. Você não vai ter que ter medo de fazer aniversários, tema somente não ter uma vida verdadeiramente feliz.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

A geração de pessoas que se sabotam emocionalmente - Ana Paula Souza



Aí você conhece uma pessoa que parece incrível. Vocês conversam sobre tudo, fazem todos os passeios imagináveis, viram madrugadas em confissões e gargalhadas e têm uma química nunca antes vista na história da humanidade. Tudo parece perfeito, até que aquela pessoa começa a sumir, deixando você sem entender o que aconteceu. Você tenta respeitar o espaço, deixa a pessoa respirar, até que um dia, por não entender o que teria acontecido de errado, você chega com a pessoa e pergunta o que houve. E aí ela diz que não tem como continuar porque não quer se envolver.

Você acha aquilo estranho: afinal, se não queria se envolver, então por que dizia que era uma sorte grande ter te encontrado? Se não queria se apegar, então por que dava bom dia todo santo dia? E por que se preocupava em ser uma pessoa tão carinhosa mesmo tanto tempo depois de as primeiras transas terem acontecido? Nada disso faz sentido, não é mesmo?

Você fica sem entender o que aconteceu, vai investigando, até que a pessoa diz ou que teve um/uma ex que deixou traumas ou que gosta muito de um outro alguém, mas esse alguém não sente o mesmo por ela.

Nessa hora, você pode se sentir como se não fosse uma pessoa boa o suficiente para fazer com que esse alguém que você gosta deixe para trás os traumas e o passado. Você pode sentir um forte sentimento de rejeição, capaz de abalar até a mais inabalável das seguranças. Mas de uma coisa você precisa ter a mais absoluta certeza: tudo isso não é problema seu. Você não tem culpa se a pessoa que você gosta é uma das milhares de pessoas que se sabotam.

Se o outro prefere ficar se sabotando, é problema dele. Se ele não quer se permitir viver uma experiência que seria completamente diferente de tudo o que ele já viveu antes, é problema dele. Você não tem nenhuma culpa ou responsabilidade pelas escolhas das outras pessoas, independentemente de quais sejam elas.

Infelizmente, vivemos em uma geração de pessoas covardes, que se envolvem, mas depois ficam afastando os envolvimentos porque preferem ficar se escondendo atrás dos seus traumas. Eu já fiz isso, você também já deve ter feito. E sabe por que tanta gente faz isso? Porque é mais fácil ficar em uma zona de conforto de auto-piedade, reclamando que os traumas deixaram marcas ou dizendo “Ninguém me ama, ninguém me quer”. Mas tudo isso não é problema seu, amig@: é problema da pessoa. É problema dela se ela só se permite se apegar a sentimentos tão pequenos de mágoa, rancor, egoísmo e pena de si mesma.

Todos nós somos imperfeitos, mas nem as suas piores imperfeições justificam que alguém faça isso com você: se envolva, te trate como se fosse ser algo para valer e depois decida ir embora sem dar explicações. Mas, se essa pessoa quer sair da sua vida, deixe que ela vá embora. Você não merece alguém tão covarde.

Do outro lado da mesa

Agora, se você que está aí do outro lado se identifica com o perfil do covarde, pense no que você está fazendo com a sua própria vida. As pessoas são diferentes. O trauma que você teve com uma não necessariamente vai se repetir com outra. Cada um é de um jeito, e, consequentemente, as experiências que você terá com cada pessoa serão diferentes. Pense em todas as pessoas legais que você deixou passar pela sua vida por esse medo de se envolver. Até quando você vai ficar se sabotando por puro medo?

Eu sei que ninguém está dentro de você para saber o que você está sentindo. Ninguém está aí dentro para saber o quanto aquela rejeição te doeu e você tem todo o direito de sofrer o quanto achar que tem que sofrer. Mas pense comigo: se você não está preparad@ para se envolver, então não prolongue as coisas. Não tenha atitudes que deem brechas para que o outro crie expectativas. Quer beijar? Beije, mas deixe claro que você só quer o beijo. Quer transar? Transe, mas seja sincer@ e diga que você só quer isso. Quer só uma companhia para não se sentir sozinh@? Ok, todo mundo tem suas carências, mas deixe tudo bem claro para a outra pessoa. Será uma escolha dela se ela decidir ficar com você mesmo nessas condições. Mas ela precisa saber o que, de fato, está acontecendo.

O problema não é você viver o seu luto, mas sim iludir a pessoa e sumir do nada, sem dar nenhuma explicação, fazendo com que ela pense que o problema é com ela, que ela fez algo de errado. Seja uma pessoa adulta o suficiente para assumir as consequências dos seus atos.

Inclusive a de talvez, daqui a algum tempo, estar aí se remoendo porque não deixou que a Júlia ou o João entrassem para valer na sua vida e te mostrassem que o presente e o futuro podem ser completamente diferentes do passado.

Cuidados com toalhas de banho - Sheila Procópio Aguiar


Nada melhor do que sair de um banho super relaxante e se envolver em uma toalha macia, não é mesmo? Porém, com o passar do tempo as toalhas podem perder algumas características fundamentais, como por exemplo, maciez e capacidade de absorção. Aprenda algumas dicas para manter suas toalhas sempre fofas, cheirosas e felpudas.

Você sabia que não se deve usar amaciante na toalha? E sabia que não se deve usar ferro a vapor?

Enxague bem a toalha e não use amaciante. Uma dica ótima é usar vinagre durante o enxague. Não use ferro a vapor – como o vapor penetra na fibra, acabamos guardando a toalha úmida sem perceber. Isso pode ocasionar o mofo. Seguir as instruções de lavagem e conservação do fabricante, encontradas na própria etiqueta, é importante.

Lave sempre antes de usar. Separe peças de cor clara das que possuem cor escura. Siga sempre as instruções de lavagem contidas na etiqueta, pois desta forma você saberá que está lavando o produto da forma correta. Nas primeiras lavagens é normal sair o excesso da tinta. Não use muito sabão, evite ficar muito tempo de molho. Não utilize alvejantes, cloro, água sanitária ou produtos similares em tecidos coloridos.

Não use amaciante, use vinagre branco. Estenda a peça no varal mais deixe-a bem aberta. O recomendado é sempre que possível deixar secando a sombra. Se quiser podem ser expostas ao Sol, mas fique muito atenta para não deixar tempo demais ressecando e desbotando o tecido.

Você poderá guardar suas toalhas empilhadas dobradas uma sobre a outra, em rolinhos ou penduradas em cabides. Após o banho sempre estenda a toalha para que ela fique bem seca.

Evite deixar as toalhas jogadas em cima da cama, cadeira. Deste modo ela não vai secar adequadamente e ficará com odor desagradável.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Diário de vida: aniversário da imigração japonesa no Brasil


Dia 18 de junho se comemora o aniversário da imigração japonesa quando o navio Kasato-maru atracou no porto de Santos com a primeira leva de trabalhadores que vieram para o Brasil buscando melhorar de vida.

Este ano decidiram fazer uma feira em um shopping perto de casa e gostei muito da iniciativa. Comprei algumas coisas entre as quais um pote de creme a base de sete ervas para dores musculares, um espelho de bolso que amplia a imagem (ótimo para quem usa óculos), mas o que mais me interessou foi fazer uma ilustração que me deixou com cara de personagem de mangá. A primeira vez fiz com o Aquilio e depois decidi voltar uma segunda vez com uma foto de quando tinha treze anos em que estava vestida com kimono e quem fez a ilustração foi o Christian. Em outra banca pedi para escreverem o meu nome com a técnica shodo. 

Hoje encontrei a professora Norie na banca de origami e conversamos bastante. Acabei pegando um par de brincos com a dobradura de tsuru. Para falar a verdade comprei um item em cada banca. A minha mãe teria gostado de ir lá. Acho que participar de eventos da cultura japonesa é uma maneira de estar perto dela. 
























Venda de camisetas





Shodo


Ikebana


Que tal uma massagem relaxante? Tudo de bom!!! 


Uma foto perto dos dois "shishi", guardiões dos templos xintoístas e budistas (石獅子)


Reencontro com a Norie-sam, professora de japonês e origami


A professora Norie ensinando origami para as crianças


Norie-sam contou com a ajuda da amiga Roseli para ensinar origami para as crianças



Norie-sam com seu marido Kyoshi


Norie-sam com a sua amiga Rosana que também é professora


Origami para brincos feitos pela professora Norie



Decoração feita pela professora Norie


Não resisti e peguei esse dado com as cores da bandeira italiana



Kitsune (raposa) -  Não poderia voltar para casa sem um origami de animalzinho


Aumentei o meu grupo de animaizinhos feitos com origami


A Norie-sam é mesmo multifacetada. No último dia da feira ela trabalhou com a pintura shodo


O nome Mateus em katakaná


Os ilustradores de mangá Christian e Aquirio




Versão mangá feita pelo Christian a partir de uma minha foto quando tinha 13 anos


Ilustração feita pelo Aquirio



Outra versão mangá feita pelo Aquirio a partir de uma minha foto de quando tinha 17 anos


Versão mangá de minha mãe feita pelo Christian


Versão mangá de meu pai feita pelo Christian



Versão mãe e filha feita pelo Aquirio





O meu querido Hachiko na versão do Christian 





































8 dietas alcalinas para cuidar da saúde: Saiba mais! (Melhor com Saúde)

Por que deveríamos seguir dietas alcalinas? Você certamente já ouviu falar dos benefícios delas em numerosas ocasiões, o que, efetivamente, é uma verdade. Sabe-se que o pH de nosso organismo deve ser ligeiramente alcalino para obter assim um equilíbrio adequado, para se manter saudável.

Em geral, os alimentos que consumimos são muito “ácidos”. O sal, as gorduras, os alimentos industrializados, os doces. Tudo isso gera um ambiente ácido a nível celular que, a longo prazo, eleva a probabilidade de sofrer problemas de saúde. Então, o que podemos fazer? Conseguir um equilíbrio “ácido-alcalino” através da dieta.

Hoje mostraremos alguns simples exemplos. Vamos lá?

8 opções de café da manhã

Como já recomendamos em diversas ocasiões, o ideal para a boa saúde é iniciar o dia com um copo de água morna com o suco de um limão.Faça-o sempre em jejum e, depois, espere meia hora para começar o café da manhã.

Você pode aproveitar este tempo para tomar uma ducha ou se arrumar. Passados os trinta minutos, aqui vão algumas interessantes opções para o café da manhã:

Uma tigela com uma maçã em pedaços com melancia. Leite de amêndoas.

Uma omelete com espinafre e um suco de cenoura.

Chá verde com pão integral e tomate-cereja.

Suco de maçã e beterraba. Pão de abóbora com mel.

Torta de trigo germinado, com espinafre. Um suco natural de abacaxi.

Suco de pera, uma tigela de cerejas ácidas, pedaços de melancia e avelãs ou amêndoas.

Chá verde, uma tigela com tâmaras e passas. Uma omelete feita com dois alhos.

Suco de maçã natural, duas cenouras fervidas e depois cozinhadas ao forno com um pouco de canela por cima. Pão de pita integral com alguns tomates-cereja. Muito bom!

8 opções de almoço

Chegou a hora do almoço e, como você pode ter adivinhado, aprincipal sugestão é uma salada. Você gosta delas? Então o ideal é ter um pouco de imaginação e elaborar pratos variados e ricos em vitaminas e nutrientes, onde consigamos equilibrar o pH com os alimentos alcalinos e com os ácidos. Quer alguns simples exemplos?

Salada verde: rúcula, alface e canônigos. Azeitonas pretas. Pepino em pedaços e algumas uvas vermelhas. Adicione um pouco de tofu e tempere com vinagre de maçã e um pouco de azeite de oliva. Por separado, prepare uma tigela de húmus. Você sabe que o húmus é um patê de grão-de-bico, por isso é gostoso e muito saudável.

Suco verde: suco de couve, com meio abacate, pepino, aipo e meio copo de água. Adicione também um pouco de azeite de oliva e pode acompanhar o suco com pão de pita e tomates-cereja.

Uma omelete com espinafre e alho, acompanhada de uma salada com abacate, nozes, aipo e rúcula.

Couve-de-Bruxelas ao vapor com vinagre de maçã e azeite de oliva. Um suco de beterraba com maçã. Tomates-cereja com alho por cima.

Um peito de frango grelhado com cebolinha e aspargo. Endívias abertas com um pouco de vinagre de maçã.

Suco de couve com espinafre e aipo. Pão de pita integral com mostarda, alho-poró, tomate e um pouco de abacate.

Ovos mexidos com aspargos. Salada com espinafre, nozes e pedaços de laranja.

Peito de frango com tomates, alho e aspargos. Salada de aipo, rúcula, nozes e pedaços de maçã.

Sugestões para o lanche da tarde

Suco natural de melão.

Leite de amêndoas.

Chá verde.

Uma maçã em pedaços com nozes ou amêndoas.

Qualquer fruta silvestre como amoras, mirtilos, framboesa. Ideais combinadas com uma vitamina de banana, por exemplo.

8 opções para o jantar

Sopa de cenoura com abóbora. Salmão ao forno com azeite de oliva e cebolinha.

Creme de abóbora. Peito de frango ao forno com um pouco de mostarda e tomates-cereja.

Atum com arroz basmati refogado com limão e azeite de oliva.

Abóbora ao forno. Uma omelete com aspargos mexidos.

Sopa de aipo com pedaços de amêndoas. Pão integral de pita com pedaços de abacate, pimenta e tomate.

Um pouco de húmus. Uma salada de rúcula, couve, tomates e pedaços pequenos de peito de peru.

Uma batata ao forno com azeite de oliva. Salmão e um suco de maçã.

Cenouras caramelizadas com canela. Arroz integral basmati com abacate, passas e amêndoas, refogado com o suco de meio limão.

Para concluir, seria ideal que, pelo menos três vezes por semana, você seguisse estas dietas. No entanto, tenha em mente outro aspecto essencial: viver todos os dias com um nível de estresse muito elevado também descompensa o organismo. Nosso sistema imune fica debilitado e nosso pH também se desequilibra.

O nível de acidez se eleva em nossas células, menos oxigênio é transportado e, a longo prazo, estas pequenas reações irão alterar nossa saúde em geral. Logo, siga estes conselhos para dispor de uma melhor qualidade de vida:

Siga estas dietas alcalinas pelo menos três vezes por semana.

Controle adequadamente suas situações de estresse a ansiedade.

Faça exercícios regularmente.

Beba líquidos em abundância.

Faça revisões médicas regulares para controlar o equilíbrio do pH.